Ritchie Blackmore descreve Jimi Hendrix

Reprodução

A única vez que tive contato com Ritchie Blackmore foi em 2010, quando consegui este depoimento para uma matéria especialíssima sobre Jimi Hendrix que fiz para a Guitar Player:

“Hendrix surgiu em 1966, e estava provavelmente 20 anos à frente de seu tempo. O que o torna um gênio é o seu fraseado e sua originalidade; sua construção de canções, seus riffs bastante inovadores, como os de Purple Haze e Manic Depression; sua presença no palco. Mas, por incrível que pareça, uma das coisas que eu acho que o tornaram tão especial foi a sua voz, sendo que ele nunca quis ser um vocalista.

Nunca me canso de escutar os instrumentos de Crosstown Traffic. Acho que ele está tocando oitavas ao piano e também na guitarra, o que dá um som muito estranho. Já o solo de Stone Free é excepcional! Ele afinava sempre sua guitarra meio-tom abaixo, o que o ajudava a ter um vibrato bem forte, já que as cordas ficavam mais frouxas”.